sábado, 5 de junho de 2021

Teoria da evolução das espécies adaptada à sobrevivência do Homo Sapiens

 



 O que está a ver é um Cmap. Eles servem para expressar opiniões, factos, ideias. São muito úteis em apresentações (por exemplo). Então que ideias, factos ou opiniões se pretende visualizar?

 A evolução é muito mais que a qualidade da solução ou o tempo gasto e todas aquelas matemáticas dos algoritmos genéticos. Como tudo é preciso marcar posição.

Exagerado? O Homem também é um animal criativo. As pessoas têm de se convencer de que vêm aí tempos difíceis (depois da pandemia) e que por causa disso toda a ajuda é preciosa.

 O Homem é um animal social que sabe usar a vantagem de grupo. Nessa vantagem de grupo tem de saber trocar ferramentas entre si e como tal precisa de negociar, descrevendo as utilidades para que o outro se convença de como se deve desenrascar. Essas utilidades vão permitir adaptar-se às situações pretendidas, caso seja desenrascado. Um método de sobrevivência mais evidente nesta espécie, tendo cada animal o seu mais relevante. O Homem tem portanto a necessidade de perceber os outros indivíduos da sua espécie.

As fontes de conhecimentos podem ser diversas, sendo uma delas o laboratório de engenharia existente na natureza. Sem conhecimento não há lógica causa-efeito. Laboratório cheio de soluções. Você pode comprar muita coisa, mas o dinheiro tem os seus limites. O Homem é um animal que precisa de conhecimento.

A necessidade das espécies arranjarem soluções eficazes para sobreviverem, fazem da natureza um laboratório de engenharia. As espécies de animais e plantas dizem muito de nós mesmos se não formos capazes de fazer o mesmo que eles fazem, mas aplicado a todas as situações do quotidiano sem exceção, enquanto objetivo. A razão está do lado de quem satisfaz as necessidades. Necessidades que vão ao encontro do que precisamos para sobreviver.

A eficiência é parte da eficácia. Sem eficiência não há eficácia. Se o voo dos pássaros não fosse económico, eles nem sequer voavam. Voo que tem como eficácia conseguirem-se defender mais facilmente dos outros animais. A comida é um recurso escasso (difícil de obter por causa de vários factores) e é por ser escasso que os que poupam mais energia, com o que comem, tendem a ter mais hipóteses de sobreviver e passar os seus genes às gerações seguintes. O mesmo se passa noutras espécies. O mesmo se torna vantajoso ao se conseguir aplicar às nossas máquinas.

Os recursos são outro grande problema. Os animais focam-se em satisfazer as necessidades e procuram ser eficientes. Isso ajuda a evitar que se esgote os recursos e ajuda a poupar recursos. Prestando atenção ao Cmap as qualidades, o conhecimento, as ferramentas, a natureza, os métodos são recursos. Não se pode portanto dar seja o que for a uma pessoa, impedindo de seguida que tire proveito disso que se deu. As qualidades são algo intrínseco do recurso humano em si e não merece portanto ser desperdiçado ou destruído.

Regras como se tivéssemos a definir a inteligência de um jogo. Regras de sobrevivência que ditam quem ganha e quem perde. 

O maior problema do Homem é uma nova variável introduzida no sistema denominada por dinheiro. A única maneira de resolvê-lo é esta espécie ser capaz de resolver a sua própria miséria. 

Cada animal tem o seu papel na natureza, à semelhança de cada pessoa na sociedade.